Ele está entre nós!

“Faz tempo! ” (dirão aqueles que já baixaram a versão beta).

Mas hoje estou falando do patch para essa versão; o Release Candidate do SharePoint 2016 (e Project Server 2016) – que é quando o produto já começa a apresentar uma maior consistência em relação àquilo que virá posteriormente.

E, por falar em lançamentos futuros, a Microsoft planeja lançar a versão RTM (Release To Manufacturing) na primavera americana (entre março e junho) deste ano.

Algumas das características anunciadas para a versão 2016 (e que podem sofrer alterações, claro):

  • Terá como BASE, o core da versão 2013 (opa, meu ROI* feito em SharePoint 2013 agora está garantido).
  • Atualização das versões anteriores: Somente a partir da versão 2013, através do Attach das bases de dados (procedimento arroz com feijão para quem já trabalha com o produto)
  • Envio de e-mails criptografados pelo SMTP (novidade)
  • Instalação: Somente no Windows Server 2012 R2 e Windows Server 2016 (ou Windows Server 10 – não sei como será chamado).
  • Configuração: Introdução do conceito “MinRole” para melhora do desempenho ao separar funções de cada um dos servidores SharePoint em uma FARM.
  • Novo e melhorado Health Analyzer: Fará scan em cada um dos servidores SharePoint na FARM.
  • FIM (Forefront Identity Manager) separado do SharePoint 2016! AVISO DE TROCADILHO INFAME: “Hahaha, finalmente deram fim no FIM do SharePoint… “ (vale lembrar que o FIM continua existindo como produto à parte).
  • Patches mais enxutos e eficientes (show).
  • Arquitetura que contemplará cenários híbridos (nuvem e integração com o Office 365).
  • Suporte ao InfoPath – mas não haverá um NOVO Infopath 🙂
  • Fim do SharePoint Designer (a versão 2013 foi a última) 🙁 🙁
  • Não haverá uma versão Foundation 🙁 🙁 🙁 🙁

Bom, resumidamente, é isso.

Abraço!

Referências:

https://blogs.office.com/2016/01/20/sharepoint-server-2016-and-project-server-2016-release-candidate-available/

https://technet.microsoft.com/en-us/library/cc303422(v=office.16)

* Return On Investment – Retorno sobre o investimento